Open Site Navigation
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Virgília Ferrão lança “Sina de Aruanda” onde se cruzam o amor entre as pessoas e à natureza

Atualizado: 7 de dez. de 2021



É a terceira obra da romancista que vem se notabilizando por uma escrita que procura simplificar enredos complexos e misteriosos.


A “Sina de Aruanda” com o qual Virgília Ferrão venceu o prémio 10 de Novembro, da cidade de Maputo, sai para cruzar histórias passadas para um quotidiano em que os problemas ambientais, incluindo a conservação de património, afectam vidas.


O lançamento será nesta quarta-feira, 08, na Fundação Fernando Leite Couto, aliás, instituição que chancela o livro, com a apresentação do professor de literatura da Universidade Eduardo Mondlane, Albino Macuácua.


Virgília Ferrão estreou-se em 2005, com o livro Romeo é Xingondo e a Julieta Machangana, assinado pelo pseudónimo Awaji Malunga, sob a chancela da Imprensa Universitária da UEM.


Seguiu-se, em 2016, O Inspector de Xindzimila editado pela editora Selo Jovem, no Brasil, que narra a história de um jovem que regressa à pequena e pacata vila de Xindzimila, sua terra natal, e remete o leitor a uma jornada emocionante na redescoberta de valores como o amor, humildade e família.



Já sobre este “Sina de Aruanda” eis o que diz a sinopse:


A última coisa que Pedro Lucas deseja é ver a sua amada traficada como escrava para as Ilhas Francesas. Dona Luísa Noronha, entretanto, dona do Prazo de Aruanda e mãe de Pedro Lucas, é uma mulher que não poupa esforços para alcançar seus objectivos, trazendo assim uma tragédia à Aruanda. Muitos anos depois, Daniel de Barros, carismático consultor ambiental, nutre uma inexplicável paixão pela região de Aruanda, começando um projecto de restauração na missão de Mobora. Para tanto, conta com a ajuda de Maria Cristina, uma estudante que vive atormentada pelo seu passado, e de Angelina Manhiça, uma jovem perturbada pelo seu bizarro dom. Ambas vêem-se a abraçar as causas ambientais e o projeto de Daniel de Barros, desconhecendo, porém, a estranha sina que as espera ao desvendarem a verdade sobre Daniel de Barros.

104 visualizações0 comentário