Open Site Navigation
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Armando Artur e Mingas abrem festival literário Resiliência

O poeta Armando Artur e a cantora Mingas serão os protagonistas da sessão que marca o arranque da 5ª edição de RESILIÊNCIA – Festival de Literatura, esta terça-feira, às 16h, no Camões – Centro Cultural Português em Maputo.


A conversa a ser mediada pelo jornalista José dos Remédios girará em terno dos processos criativos dos dois artistas, sempre cruzando a palavra, a intimidade com a música e outras histórias que norteiam suas carreiras e obras. Por um lado, como os ritmos e sons influenciam a poesia de um dos autores mais importantes da literatura moçambicana e, por outro, como a poesia, a ficção, participa no momento de composição de uma das vozes consagradas da música moçambicana. O público será transportado para o universo das criações artísticas dos dois intervenientes, percebendo a transversalidade e o diálogo intercultural que o fazer artístico impõe aos criadores, às vezes até, de forma inconsciente.


O primeiro dia do “Resiliência 5” terá ainda o encontro entre Rogério Manjate e o escritor português José Luís Peixoto, com a moderação da professora Conceição Siopa e uma performance do escritor Mélio Tinga e o músico Thapelo Motseghwe, em diálogo com José Craveirinha, José Saramago e José Pastor.

O “RESILIÊNCIA 5”, uma co-organização da Editora Cavalo do Mar e do Camões – Centro Cultural Português em Maputo, em parceria com o Nedbank Moçambique, com os apoios da Broken e Vice Versa Ideias, celebra os escritores centenários, José Craveirinha e José Saramago e ainda o poeta José Pastor.



42 visualizações0 comentário