Open Site Navigation
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Mia Couto nasceu na Beira, Moçambique, a 5 de Julho de 1955. Foi jornalista e professor. Actualmente exerce as profissões de biólogo e escritor. Está traduzido em diversas línguas. De entre prémios e distinções (destacamos a nomeação, por um júri criado para o efeito pela Feira Internacional do Livro do Zimbábwe, da obra Terra Sonâmbula, como um dos doze melhores livros africanos do século xx). Em 2003 foi distinguido com o Prémio José Craveirinha, o maior galardão da Literatura Moçambicana. Foi igualmente galardoado, pelo conjunto da sua vasta obra, com o Prémio Vergílio Ferreira, 1999 e com o Prémio União Latina de Literaturas Românicas, 2007. Ainda em 2007 Mia Couto foi distinguido com o Prémio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura pelo seu romance O Outro Pé da Sereia. Jesusalém foi considerado um dos 20 livros de ficção mais importantes da «rentrée» literária francesa por um júri da estação radiofónica France Culturele e da revista Télerama.

Em 2011 venceu o Prémio Eduardo Lourenço, que se destina a premiar o forte contributo de Mia Couto para o desenvolvimento da Língua portuguesa. Em 2013 foi galardoado com o Prémio Camões e com o prémio norte-americano Neustadt International Prize for Literature. Em 2015 foi finalista do Man Booker Prize.

Em 2016, o livro Mulheres de Cinza foi finalista do Prémio Literário da cidade de São Paulo, no Brasil. 2017, com o livro A Confissão da Leoa Mia Couto foi finalista do Prémio Literário de Dublin, República da Irlanda.

Nome do autor: Mia Couto

Nome próprio: António Emílio Leite Couto

Data de nascimento: 5 de Junho, 1955

Género Literário: Ficção narrativa, poesia

Mia Couto

Obras em destaque

Vozes Anoitecidas, 1990

Cronicando, 1989

Raiz do Orvalho, 1983

cada homem é uma raça, 1989

Obras publicadas

Contos

  • Vozes Anoitecidas (1ª ed. da Associação dos Escritores Moçambicanos, em 1986; 1ª ed. Caminho, em 1987; 8ª ed. em 2006; Grande Prémio da Ficção Narrativa em 1990, ex aequo)

  • Cada Homem é uma Raça (1ª ed. da Caminho em 1990; 9ª ed., 2005)

  • Estórias Abensonhadas (1ª ed. da Caminho, em 1994; 7ª ed. em 2003)

  • Contos do Nascer da Terra (1ª ed. da Caminho, em 1997; 5ª ed. em 2002)

  • Na Berma de Nenhuma Estrada (1ª ed. da Caminho em 2001; 3ª ed. em 2003)

  • O Fio das Missangas (1ª ed. da Caminho em 2004; 4ª ed. em 2004)

Crónicas

  • Cronicando (1ª ed. em 1988; 1ª ed. da Caminho em 1991; 7ª ed. em 2003; Prémio Nacional de Jornalismo Areosa Pena, em 1989)

  • O País do Queixa Andar (2003)

  • Pensatempos. Textos de Opinião (1ª e 2ª ed. da Caminho em 2005)

  • E se Obama fosse Africano? e Outras Interinvenções (1ª ed. da Caminho em 2009)

Romance

  • Terra Sonâmbula (1ª ed. da Caminho em 1992; 8ª ed. em 2004; Prémio Nacional de Ficção da Associação dos Escritores Moçambicanos em 1995; considerado por um juri na Feira Internacional do Zimbabwe um dos doze melhores livros africanos do século XX)

  • A Varanda do Frangipani (1ª ed. da Caminho em 1996; 7ª ed. em 2003)

  • Mar Me Quer (1ª ed. Parque EXPO/NJIRA em 1998, como contribuição para o pavilhão de Moçambique na Exposição Mundial EXPO '98 em Lisboa; 1ª ed. da Caminho em 2000; 8ª ed. em 2004)

  • Vinte e Zinco (1ª ed. da Caminho em 1999; 2ª ed. em 2004)

  • O Último Voo do Flamingo (1ª ed. da Caminho em 2000; 4ª ed. em 2004; Prémio Mário António de Ficção em 2001)

  • O Gato e o Escuro, com ilustrações de Danuta Wojciechowska (1ª ed. da Caminho em 2001; 2ª ed. em 2003), com ilustrações de Marilda Castanha (1ª ed. brasileira, da Cia. das Letrinhas, em 2008)

  • Um Rio Chamado Tempo, uma Casa Chamada Terra (1ª ed. da Caminho em 2002; 3ª ed. em 2004; rodado em filme pelo português José Carlos Oliveira)

  • A Chuva Pasmada, com ilustrações de Danuta Wojciechowska (1ª ed. da Njira em 2004)

  • O Outro Pé da Sereia (1ª ed. da Caminho em 2006)

  • O beijo da palavrinha, com ilustrações de Malangatana (1ª ed. da Língua Geral em 2006)Editora Caminho.

  • Venenos de Deus, Remédios do Diabo (2008)

  • Jesusalém [no Brasil, o livro tem como título Antes de nascer o mundo] (2009)

  • Pensageiro frequente (2010)

  • A Confissão da Leoa (2012)

  • Mulheres de cinzas (primeiro volume da trilogia As Areias do Imperador) (2015)

  • A Espada e a Azagaia (segundo volume da trilogia As Areias do Imperador") (2016)

  • O Bebedor de Horizontes (terceiro volume da trilogia "As Areias do Imperador") (2017)

  • 1995 - Prémio Nacional de Ficção da Associação dos Escritores Moçambicanos

  • 1999 - Prémio Vergílio Ferreira, pelo conjunto da sua obra

  • 2001 - Prémio Mário António, pelo livro "O último voo do flamingo"

  • 2007 - Prémio União Latina de Literaturas Românicas

  • 2007 - Prêmio Passo Fundo Zaffari e Bourbon de Literatura, na Jornada Nacional de Literatura

  • 2008 - Prémio Rosalía de Castro do Centro PEN Galiza.

  • 2012 - Prémio Eduardo Lourenço 2012

  • 2013 - Prémio Camões 2013

  • 2014 - Neustadt International Prize for Literature

  • 2021 - França: prémio Albert Bernard com base na trilogia As areias do Imperador

Obras publicadas

Galeria do autor